Centro Espírita Maria Magdalena

Salvar é educar

Vinícius, Nas pegadas do mestre, FEB, 1995.


Salvar é educar. Jesus é mestre, e como tal veio ao mundo salvar a Humanidade
promovendo a educação do espírito do homem.
Imaginar-se a obra da salvação, separada da obra da educação, é utopia dogmática
incompatível com a época presente. Ser cristão não é uma questão de modo de crer: é uma
questão de caráter. Não é o batismo, nem a filiação a qualquer igreja que faz o cristão; é o
caráter íntegro, firme e consolidado através de longo e porfiado trabalho de auto-educação.
Vós sois o sal da terra — disse Jesus aos seus discípulos. O característico
inconfundível do sal é ser elemento incorruptível e preservador da corrupção.
A sociedade contemporânea necessita duma força purificadora que a levante da
degradação e do caos em que se encontra. Essa força há-de atuar de dentro para fora, do
interior para o exterior, afinando os sentimentos, despertando a razão e a consciência dos
homens. Uma verdadeira ressurreição espiritual: eis de que a Humanidade ora necessita.
Tudo o mais são paliativos, são quimeras que jamais resolverão os graves problemas do
momento atual.
O Cristianismo puro, tal como Jesus pregou e exemplificou, é a força, é o fermento
que há-de reformar a sociedade, agindo nos corações e nos lares. É o do coração renovado,
é do lar convertido em templo de luz e de amor que surgirá a aurora de uma nova vida para
a Humanidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.